Saiba aonde a maioria dos brasileiros estão investindo em 2019

O mundo dos investimentos no Brasil é bem grande. São muitos os produtos disponíveis no mercado. O site Valor Investe divulgou recentemente um ranking das modalidades mais escolhidas pelos brasileiros em 2019. Neste post, além de saber quais são essas modalidades, vamos apresentar um pouquinho de cada uma delas. Confira:

Em 9° lugar, estão as Debêntures, que são títulos de renda fixa representativos de dívidas. Nessa modalidade, quando uma empresa necessita de recursos para novos projetos ou aumento de capital, por exemplo, ela pode emitir uma Debênture onde o investidor “empresta” o seu dinheiro à empresa e ao adquiri-la, em troca, recebe o rendimento na forma descrita na Escritura de Emissão de Debênture. Uma debênture pode ser prefixada ou pós-fixada.

O 8º lugar é dos Fundos de Renda Fixa, que são uma categoria de fundos de investimentos (um tipo de aplicação formado pela união de várias pessoas que investem o dinheiro em conjunto). No caso dos Fundos de Renda Fixa, eles têm um percentual pré-determinado de investimentos em aplicação de Renda Fixa, como títulos do Tesouro Direto, CDB etc. Aqui, os rendimentos são mais previsíveis e acompanham as taxas de juros do mercado.

No 7º lugar temos o Tesouro Direto, que é uma forma de investir em títulos públicos do governo emitidos pelo Tesouro Nacional. Esse tipo de investimentos é uma forma de emprestar recursos ao governo. As aplicações podem ser feitas no site do Tesouro. Lá você vai encontrar uma série de títulos. Você pode investir nos títulos pré fixados (aqueles que te dizem exatamente quanto você vai receber no vencimento) ou pós fixados (com juro fixo anual mais a variação de indexador, como o IPCA ou Selic). Mais de 2 milhões de investidores estão cadastrados segundo dados recentes do Tesouro Nacional.

Em 6º lugar estão as Letras de Câmbio Imobiliário e Letras de Câmbio Agropecuário, que são nada mais do que Títulos de Renda Fixa emitidos por bancos, e possuem uma segurança parecida com a poupança. Eles possuem uma destinação específica, ou seja, a instituição que pega esses recursos com essa nomenclatura, tem como obrigação utilizá-los para a modalidade correta. Isso quer dizer que elas aplicarão o dinheiro investido no ramo imobiliário ou agropecuário. O LCI e LCA são isentos do Imposto de Renda, o que torna o investimento acessível para quem não tem um capital considerável. Para esse tipo de investimento os juros também podem ser pré ou pós fixados.

Em 5º lugar estão os Fundos Imobiliários. Eles fazem parte do mundo das ações e acontecem quando um grupo de investidores têm o objetivo de investir em ativos imobiliários. Também é uma maneira de investir em imóveis sem necessariamente comprá-los, aplicando em diversos tipos de investimentos imobiliários, seja no desenvolvimento de empreendimentos ou em imóveis já prontos, como shoppings, edifícios comerciais e até hospitais. O dinheiro que cada investidor do grupo aplicou no fundo é administrado por um gestor, e será ele o responsável por encontrar boas oportunidades de investimento.

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) conquistou o 4º lugar da lista. Aqui você empresta o seu dinheiro para uma instituição bancária. Com o seu dinheiro o banco poderá financiar novos projetos, fazer pagamentos de dívidas e até investir no crescimento da instituição. Ao adquirir um CDB o investidor está efetuando uma espécie de empréstimo para instituição bancária em troca de rentabilidade diária. São três os tipos de CDBs disponíveis no mercado: os pré fixados (com taxa pré definida no momento da compra), os que pagam juros mais um índice da inflação, e o pós-fixado (neste caso, a rentabilidade do investimento é baseada em alguma taxa de referência, como o CDI, que está sempre próximo a Selic).

O 3º lugar, ou seja, a medalha de bronze, também vai para mais uma modalidade de investimento em renda fixa. A Letra de Câmbio é um investimento seguro, que pode até ser comparado à poupança. Também é muito semelhante ao CDB. Ela também pode ser pré ou pós fixada. Nada mais é do que um empréstimo à financeiras, ou seja, o investidor empresta seu dinheiro para uma financeira e recebe como rentabilidade a taxa de juros acordada na compra ou atrelado ao CDI.

O 2º lugar pertence aos Fundos Multimercado. É uma categoria de Fundo de Investimento. Ele pode operar diferentes ativos, como em renda fixa, moedas, derivativos, investimentos no exterior e ações de empresas. Com tanta flexibilidade, o gestor desse fundo pode traçar estratégias de acordo com o momento econômico e com os objetivos de rentabilidade do cliente.

O 1º lugar, ou seja, a medalha de ouro vai para o Fundo de Ações. Os brasileiros gostam de investir em ações! As propostas do novo governo aqueceram a economia e renovou o estímulo para esse tipo de investimento. Não atoa ele ocupa o primeiro lugar do ranking. O Fundo de Ações permite o investimento na bolsa de valores, sem que seja necessário adquirir ações de uma empresa diretamente.

Da lista divulgada pelo Valor Investe ficaram de fora modalidades de investimento mais modernas, como o Peer-to-Peer Lending, por exemplo. Há algumas semanas nós temos falado sobre esse tipo de investimento. Saiba mais sobre essa modalidade aqui.

2 Comments

  • Posted 21 de julho de 2019
    by eduardo ferraz

    gostaria de saber mais sobre esta linha de investimentos imobiliários para meus investimento m
    aguardo

    • Posted 7 de agosto de 2019
      by Aline Melo

      Oi Eduardo,
      só ficar de olho aqui no nosso blog que sempre vamos liberar mais conteúdos! 🙂

Leave a comment